Mirian Tatsumi é filha de japoneses, formada em Relações Públicas e se dedica à arte Oshibana desde 1996. Ela é mestra na arte Oshibana e fundadora da Escola Oshibana Art que é pioneira em divulgar essa técnica no Brasil, expressando a delicadeza da arte e traz a riqueza de detalhes da natureza em suas telas.

Nasceu em 1957 na cidade de Ribeirão Preto em São Paulo. Formou-se em Relações Públicas na Faculdade Anhembi Morumbi em 1981.

Mudou-se para o Japão, vivendo durante 7 anos na província de Chiba. Foi no Japão que iniciou o aprendizado da técnica Oshibana, tendo como mestre Shizuka Yamada no período de 1996 a 2000. Recebeu a graduação de mestra e autorização para utilizar a técnica e o nome Oshibana Art no Brasil pelo mestre Nobuo Sugino, presidente da escola onde estudou.

Retornando ao Brasil fundou a Escola Oshibana Art em 2004 no bairro da Liberdade em São Paulo, foi pioneira na divulgação da técnica no país. Iniciou com apenas 12 alunos ministrando cursos de Oshibana, hoje a escola já formou mais de 200 artistas. Deu continuidade ao aprimoramento da técnica indo ao Japão pelo menos uma vez ao ano.

Participou de diversas exposições: Kashiwa No Ha Park, na província de Chiba em 1998 e 1999; Espaço Cultural da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa – SP em 2003; Espaço Cultural da Associação de Hokkaido; Centro Cultural da British Internacional School; Espaço Cultural Banco Real e Espaço Cultural Banco Sudameris; Hiroshima Kenjikai do Brasil em 2004. Iniciou exposições anuais da Escola Oshibana Art em 2007, com o intuito de expor suas obras e de seus alunos, tendo telas premiadas no Brasil e no exterior.

Tornou-se membro da Associação Internacional de artistas de Oshibana (The Worldwide Pressed Flower Guild) com sede nos Estados Unidos e em 2014 fundou no Brasil a Associação Brasileira de Arte Oshibana – ABAO.

Mirian criou um estilo próprio na arte Oshibana, tendo como influência traços do mestre Sugino, as suas telas retratam a natureza de forma transparente e original. Utiliza a flora brasileira para dar mais riquezas de detalhes, beleza, delicadeza da arte nas suas telas e outros trabalhos que desenvolve.

Em contato com a exuberante flora brasileira, Mirian trabalha com respeito e cuidados no preparo das plantas utilizadas em suas obras. A delicadeza da arte e a riqueza de detalhes são refletidas em suas telas.


A palavra oshibana é um termo japonês e significa flores prensadas e consiste em uma técnica de desidratar flores, folhas, galhos, frutas e verduras mantendo textura e cor original com o objetivo de transformá-las em trabalhos artísticos

Oshibana Pelo Mundo A arte oshibana está presente em cerca de dez países. O Japão se destaca no desenvolvimento dessa arte e no seu aprimoramento em consequência da umidade existente no país que levou a necessidade da criação de técnicas mais elaboradas como o método de fechamento a vácuo dos quadros. Esse método, desenvolvido pelo Mestre e arte Oshibana Nobuo Sugino, presidente da Escola Fushigina Hana Club no Japão, a flor, a partir do fechamento a vácuo, fica livre da umidade e fungos conservando sua cor, textura e nitidez das pétalas e folhas por muitos anos.

Oshibana No Brasil Mirian Tatsumi foi uma das pioneiras em trazer a técnica para o Brasil, por volta de 2004. Visitando o Brasil em 2004, o Sr. Sugino ficou impressionado com a riqueza da flora brasileira, flora essa que recebeu mais destaque e beleza nas mãos da artista Mirian Tatsumi através de suas obras de arte.


×


www.oshibana.com.br
Rua Tamandaré, 355 - 1º andar
Liberdade - São Paulo
(11) 3207 - 0811 - (11) 97565 - 0885

Feito com carinho pela QDom comunicação